Arquivo da tag: votação

The Economist pergunta: ricos devem pagar mais impostos?

3311333042_5687ff4ca6_m

Imagem: The Croopier 

O site da revista The Economist está com uma enquete interessante. A pergunta é: os ricos deveriam pagar mais impostos para reduzir as desigualdades sociais? A votação online – que por ora segue empatada – vai até o dia 17 de abril (para votar é necessário fazer cadastro).

Vale a pena dar uma olhada nos vários artigos de opinião à disposição na página (contra e a favor, em inglês) – iluminam um debate atual.

Em sua versão impressa, a revista lembrou, recentemente, que aumentou a diferença de renda nos EUA nos últimos 30 anos: em 1979, 0,1% dos americanos mais ricos tinham renda 20 vezes superior à dos 90% mais pobres; em 2006, essa diferença pulara para 77 vezes (fruto, diz a revista, entre outros, da “financeirização” da riqueza – ou, nas minhas palavras, do milagre da reprodução de derivativos). Este fator – bem como a recente crise, cuja conta produzida por financistas (ricos) é paga pelos contribuintes – alimentaram, sugere a revista, o ressentimento contra os “ricos” de modo geral.

Enfim, um bom debate.

Deixe um comentário

Arquivado em Economia

Obama X McCain: Economist faz votação mundial online

 

 

 

 

O site da prestigiada revista britânica The Economist está promovendo uma votação mundial, online, sobre as eleições americanas. É divertido e bastante instrutivo, com diversos textos (em inglês) sobre os candidatos, suas plataformas e o sistema eleitoral americano. Além do mais, você pode acompanhar, país por país, as preferências por Obama ou McCain. No Brasil – como em toda a parte – dá Obama disparado, com 76% dos votos.

 

A revista foi criativa e desenhou a eleição via web como se fosse o sistema americano. Lá a eleição não é direta: as pessoas elegem em seus estados representantes para um colégio eleitoral e este, por sua vez, elege o presidente. A Economist dividiu os países de acordo com sua população e chegou a um colégio eleitoral mundial de 9.785 representantes – neste fictício colégio eleitoral, o Brasil levaria 272 congressistas. A China – país mais populoso do planeta – levaria 1.900 congressistas; a Índia, 1.588.

 

Nesta eleição o peso do Brasil é semelhante ao de países como a Rússia (205 congressistas). Para acessar, clique aqui. (é preciso fazer cadastro, que aparece após clicar-se no botão de voto; leva cerca de 1 minuto)

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Mídia, Política Internacional