Arquivo da tag: humor

Pausa para: cartum

(“Ainda bem que não trabalho neste andar”)

Achei no blog do Ricardo Lombardi.

Deixe um comentário

Arquivado em Cartum

Pausa para: cartum

Do blog Desculpe a Poeira

Deixe um comentário

Arquivado em Cartum

Pausa para: um resumo

Do blog Desculpe a Poeira

Deixe um comentário

Arquivado em Cartum, Uncategorized

Pausa para: cartum

“Não é nada pessoal — da maneira como as coisas vão indo, nós apenas não precisamos mais de tantos abduzidos”. (Via The New Yorker — dica do blog Desculpe a Poeira)

Deixe um comentário

Arquivado em Cartum

Londres, uma nota

Imagem: Sebastian Fritzon

Circula pelo metrô de Londres um anúncio público com os seguintes dizeres: “2 em cada 4 londrinos sofrem de depressão aguda. Se você tem os sintomas x, y, z, procure ajuda nestes telefones etc”.

Na Inglaterra, onde morei por 3 anos, o céu é permanentemente cinza, só dando uma folga em julho. As nuvens parecem estar a 5 metros de nossas cabeças. Escurece cedo. Faz frio. As pessoas são fechadas. E a polidez confunde-se com indiferença.

Lá aprendi que realmente só o senso de humor  salva!

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura

Pausa para: cartum

Na Internet, ninguém sabe que você é um cachorro

Deixe um comentário

Arquivado em Cartum

SP, carros, o fim do mundo e um cartum

Passei o final de ano em Ubatuba, SP. Foi ótimo.

Mas o que quero contar é que de onde estava, na praia do Lázaro, pude observar o retorno dos paulistanos à capital. Achei impressionante: a Rio-Santos ficou congestionada durante três dias inteiros – manhã, tarde, noite. Parecia um filme B americano de fim do mundo.

Havia chovido muito e caído uma barreira no trecho até Taubaté, o que obrigou a massa motorizada a seguir pela via exclusiva da Tamoios – uma estradica precária, que deveria funcionar bem nos anos 1970 quando circulavam Fuscas e Variants e uma quantidade infinitamente menor de carros.

 A situação me fez lembrar o cartum abaixo, que peguei no blog Desculpe a Poeira:

 “Se estes idiotas tivessem pego o ônibus, a essa hora eu já estaria em casa”

Deixe um comentário

Arquivado em Meio Ambiente