Jovens negros morrem mais no Rio

zfnvfeh

Imagem: Dias de Fúria/Cris Bierrenbach

Recebi recentemente um texto da cientista social Silvia Ramos – coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) da Universidade Candido Mendes (RJ) – no qual ela compila diversos dados sobre violência.

Chama a atenção um gráfico sobre o Rio de Janeiro, onde a taxa de homicídios de jovens negros entre 22 e 25 anos atinge picos de 400 por 100 mil habitantes.

Este índice é oito vezes superior à taxa de homicídio juvenil no Brasil (51,5 por 100 mil habitantes). É também mais de quatro vezes a taxa de homicídio juvenil em El Salvador (92,3 por 100 mil), o país onde a violência mais atinge os jovens no mundo, de acordo com tabela apresentada por Silvia Ramos.

Quando ouvirmos falar que há um genocídio contra a população negra e jovem, bem talvez não seja exagero. E não só no Rio: na média nacional, as taxas de homicídio de homens são bastante superiores para negros na faixa etária que vai dos 20 aos 32 anos.

Que passa?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cidadania

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s